África
  Mundo
  Economía
  Direitos Humanos
  Saúde
  Ambiente
  Globalização
  Arte e Cultura
  Energia
  Politica
  Desenvolvimento
  Colunistas
 
  RSS o que é isso?
   ENGLISH
   ESPAÑOL
   FRANÇAIS
   SVENSKA
   ITALIANO
   DEUTSCH
   SWAHILI
   MAGYAR
   NEDERLANDS
   ARABIC
   POLSKI
   ČESKY
   SUOMI
   PORTUGUÊS
   JAPANESE
   TÜRKÇE
PrintSend to a friend
 

CUBA
Um país de minoria católica, receberá segunda visita papal
Patricia Grogg

Santiago de Cuba/Havana, Cuba, 13/3/2012, (IPS) - A Igreja Católica de Cuba espera que o povo receba o papa Bento 16 com carinho e entusiasmo, embora essa religião não seja majoritária este país como é no México, primeira escala da viagem pela América Latina do pontífice que começará no próximo dia 23.


Crédito: Jorge Luis Baños/IPS
Interior da Basílica da Virgem da Caridade do Cobre, Oxum para as afrorreligiões, dona das águas doces e protetora das mulheres grávidas.
“Naturalmente que irei à missa do papa. Esperamos por ele”, disse à IPS Liliana Fuentes, moradora do bairro popular San Pedrito, em Santiago de Cuba, a 861 quilômetros de Havana, no extremo oeste do país. “Somos ‘paleros’, verdadeiramente essa é a religião que representamos, mas também vamos à igreja” católica, acrescentou.

Palo Monte é uma religião de origem africana muito difundida na região oriental, onde também se pratica o espiritismo. “Afirma-se que a família santiaguera vai à igreja pela manhã e à noite ao bembé (festa dedicada aos orixás)”, disse Omar López, diretor do Escritório do Conservador desta cidade.

“Nos sentimos orgulhosos desta visita do papa. Santiago se prepara de maneira muito dinâmica e ativa para recebê-lo”, assegurou o funcionário aos jornalistas convidados à cidade nos dias 22 e 23 de fevereiros. Nesses dias as brigadas operárias trabalhavam preparando a Praça Antonio Maceo para a missa que Bento 16 oficiará.

Segundo a agenda divulgada dia 1º deste mês pela Conferência de Bispos Católicos, o pontífice chegará a Santiago de Cuba o dia 26 às 14 horas locao (17 gmt). Será recebido pelo presidente Raúl Castro, pelo arcebispo de Havana, Jaime Ortega, e por outras autoridades eclesiásticas e de governo.

A missa na praça, com capacidade para 250 mil pessoas, está prevista para as 17h30 do mesmo dia. Os bispos convidaram em um comunicado “todo o povo” a receber o papa com o “carinho e entusiasmo de quem vem em nome do Senho” e a participar, junto com os fieis, das liturgias de Santiago de Cuba e Havana.

Na noite do dia 26 o papa pernoitará em uma casa de retiro construída em uma área vizinha à Basílica do Cobre, que abriga a Virgem da Caridade, padroeira de Cuba. A construção de concreto armado e sóbrio aspecto externo tem sete quartos e sete banheiros, sala, restaurante e todas as comodidades necessárias.

“Fica em um lugar discreto e reúne as condições de segurança interna e externa”, disse o engenheiro Fausto Vélez, responsável pela construção, que segundo seus cálculos exigiu investimento de US$ 86 mil. Vélez também cuidou da restauração do santuário de El Cobre, antes uma localidade mineira, a 12 quilômetros de Santiago.

Indígenas e africanos escravizados foram explorados sem piedade na extração desse metal, a ponto de no século XVIII ter ocorrido aqui o primeiro grande levante de escravos em Cuba. Esse fato é lembrado com uma grande escultura erguida no alto do monte do Cardenillo, atual morro de Los Chivos.

Na manhã do dia 27, Bento 16 visitará a Virgem da Caridade do Cobre, cuja imagem de não mais do que 25 centímetros foi encontrada boiando no mar em 1612. A Igreja Católica convocou “todos os cubanos”, crentes ou não, a celebrarem o quarto centenário dessa descoberta e declarou 2012 ano jubilar.

Fontes do arcebispado de Santiago de Cuba disseram à IPS que ao santuário, com capacidade para meio milhão de visitantes, acorrem diariamente entre oito mil e 10 mil pessoas. Se prevê que até dezembro aumentem as peregrinações nacionais e internacionais convocadas pelo jubileu.

Após visitar o santuário, Bento 16 viajará a Havana, onde manterá um encontro privado com o presidente Raúl Castro. A agenda oficial não fala em uma reunião com Fidel Castro, embora possa ocorrer, segundo meios católicos. Segundo o protocolo, na segunda entrevista com o mandatário cubano o papa apresentará seus acompanhantes e Castro os seus colaboradores mais próximos e sua família. Uma de suas filhas é a sexóloga MAriela Castro Espín, tenaz defensora dos direitos da diversidade sexual.

José Félix Pérez Riera, secretário-adjunto da Conferência de Bispos Católicos de Cuba, confirmou à imprensa estrangeira que desta vez o programa não contempla encontros com outras igrejas ou representantes do mundo da cultura, como os mantidos por João Paulo II em 1998 durante sua visita de cinco dias.

Tal como João Paulo II, primeiro papa a visitar Cuba, Bento 16 não receberá representantes de religiões de origem africana nem da oposição, que atua sem reconhecimento legal neste país. Segundo disse à IPS a antropóloga María Elena Faguaga, a sociedade cubana é predominantemente afrorreligiosa. A religiosidade africana “é uma realidade cultura que a Igreja respeita e procura evangelizar conforme sua missão”, disse Riera.

Registros católicos oficiais indicam que cerca de 60% da população cubana foram batizados nessa fé o que, segundo especialistas, não significa uma maioria de crentes ativos. Estima-se que os fieis evangélicos e demais protestantes superem um milhão de pessoas neste país de 11,2 milhões de habitantes.

“O número de católicos praticantes (sic) em Cuba é bem reduzido proporcionalmente ao número de católicos do México ou de outras nações da América Latina”, admitiu em um artigo publicado no site da Conferência Episcopal Orlando Márquez, porta-voz do arcebispado e editor da revista Palavra Nova.

“Mas, o papa quer estar conosco, com a minoria católica e com a maioria devota da Virgem da Caridade que compõe a nação cubana, e também quer se aproximar dos que não estão em nenhum destes grupos”, escreveu Márquez. Envolverde/IPS (FIN/2012)

 
Terramérica - Meio Ambiente e Desenvolvimento
  Mais noticias
News in RSS
 Sri Lanka recorre e métodos ancestrais contra a mudança climática
 Salva-vidas afunda ainda mais a Grécia
 Ampliação de estrada atenta contra patrimônio cultural indiano
 A ignorada faceta produtiva da cannabis
 DESTAQUES: Código de barras até em colmeias
 REPORTAGEM: Estrada no Parque Nacional do Iguaçu pode acabar em impasse
 "Quando a corda da desigualdade se rompe, você tem uma crise política"
 Direitos femininos serão eixo de reunião do UNFPA em Montevidéu
 Preocupa que tensão entre Rússia e Estados Unidos afete negociação nuclear
 Trabalhadores espanhóis vítimas de disputa entre Madri e Gibraltar
MAIS>>
  Latest News
News in RSS
 Public Offers Support for Obama’s Iraq Intervention
 Despite Current Debate, Police Militarisation Goes Beyond U.S. Borders
 Does Iceland Gain From Whaling?
 Protecting America’s Underwater Serengeti
 U.S. Urged to Put Development Aid over Border Security
MORE >>
  Ultimas Noticias
News in RSS
 La militarización policial de EEUU tiene tentáculos en América Latina
 Estadounidenses apoyan a Obama en intervención militar en Iraq
 ¿Quién recuenta los votos en Afganistán?
 La caza de ballenas tiene dudosos beneficios para Islandia
 Una reserva de vida para hacer sostenible la Patagonia
MÁS >>