África
  Mundo
  Economía
  Direitos Humanos
  Saúde
  Ambiente
  Globalização
  Arte e Cultura
  Energia
  Politica
  Desenvolvimento
  Colunistas
 
  RSS o que é isso?
   ENGLISH
   ESPAÑOL
   FRANÇAIS
   SVENSKA
   ITALIANO
   DEUTSCH
   SWAHILI
   MAGYAR
   NEDERLANDS
   ARABIC
   POLSKI
   ČESKY
   SUOMI
   PORTUGUÊS
   JAPANESE
   TÜRKÇE
PrintSend to a friend
 

A ONU viaja para a Rio+20 apagando suas pegadas
Thalif Deen

Nações Unidas, 5/6/2012, (IPS) - Enquanto os líderes da comunidade internacional se preparam para a cúpula Rio+20 neste mês, a Organização das Nações Unidas (ONU) parece decidida a praticar o que prega: melhorar sua eficiência e reduzir drasticamente suas emissões de gases-estufa.

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável acontece este mês, de 20 a 22 no Rio de Janeiro, com assistência de mais de 50 mil pessoas.

Porém, o fórum mundial reduziu sua delegação para cerca de 1.400 funcionários, principalmente por razões econômicas e ambientais. ainda assim, o envio dessa delegação, segundo dados da própria ONU, irá gerar aproximadamente 3.600 toneladas de dióxido de carbono (CO?²), dos gases-estufa, causadores do aquecimento global.

O presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Nassir Abdulaziz Al Nasser, expressou pleno apoio à chamada Iniciativa de Compensação de Emissões de Carbono (CEOI). O objetivo: reduzir a pegada de carbono causada pelo pessoal da ONU que viaja ao Brasil para a Rio+20.

Pegada de carbono é o nome dado ao total de gases-estufa produzidas por atividades humanas, e tradicionalmente é expressa em sua equivalência em toneladas de dióxido de carbono.

A CEOI, criada pela Unidade Especial para a Cooperação Sul-Sul e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), tem o objetivo de conseguir uma participação "climaticamente neutra" da ONU na Rio+20. "Espero um grande êxito para esta iniciativa", afirmou Nasser.

A CEOI também recebeu a benção do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e de seu secretário-geral-adjunto, chefe do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais e secretário-geral da Rio+20, Sha Zukang. Ambos se unirão a Nasser no lançamento oficial da iniciativa dia 21 próximo, em paralelo às reuniões no Rio de Janeiro.

A Unidade Especial tem o mandato de facilitar a iniciativa, construindo associações e apoiando seu Sistema Mundial de Intercâmbio de Ativos e Tecnologia Sul-Sul (SS-GATE) para compensar as 3.600 toneladas de emissões de CO² de sua participação na Rio+20. Segundo a Unidade Especial, o SS-GATE compensará as liberações de gases mediante Certificados de Emissões Reduzidas (CERs), contemplados em projetos do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), com prioridade em iniciativas para os 48 países menos adiantados (PMA).

O MDL permite projetos de redução de emissões em nações do Sul em desenvolvimento para obter CERs, cada um equivalente a uma tonelada de CO². Os CERs podem ser comercializados, vendidos e usados por países do Norte para cumprirem suas metas no Protocolo de Kyoto, instrumento internacional contra a mudança climática.

A Unidade Especial ressalta que, com mais de 3.600 projetos registrados em 72 países em desenvolvimento, o MDL demonstrou ser um efetivo mecanismo para financiar projetos de redução de emissões e assim contribuir para o desenvolvimento sustentável. Até agora, cerca de 1.270 projetos em 45 países emitiram mais de 780 milhões de CERs.

A Unidade Especial também afirma que o SS-GATE compensou mais de 3.500 toneladas de CO² em duas importantes atividades da ONU: o pavilhão do fórum mundial na Exposição Mundial de Xangia de 2010 e a 17ª Conferência das Partes da Convenção Marco das Nações Unidas sobre Mudança Climática (CMNUCC), em Durban, na África do Sul.

Os principais sócios da Unidade Especial são o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais, a CMNUCC e o Grupo de Energia e Meio Ambiente do Pnud e seu Escritório de Políticas de Desenvolvimento.

Em um informe divulgado em abril, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) indica que mais de 50% das emissões do fórum mundial são gerados por viagens aéreas (4,2 toneladas por pessoa). Sem seu terceiro informe anual, intitulado "Para a neutralidade climática da ONU", a agência detalha uma ampla gama de ações tomadas por todo o sistema das Nações Unidas para melhorar a eficiência de recursos e reduzir as emissões.

Algumas destas ações são "promover as viagens de trem em lugar das aéreas, fornecer bicicleta ao pessoal, instalar sistemas de iluminação eficientes nos escritórios da ONU e realizar conferências através da Internet em lugar de viajar para participar das reuniões". Segundo o informe, as emissões totais da ONU em 2010 foram equivalentes a 1,8 milhão de toneladas de CO². "É a mesma quantia de carbono sequestrada por ano por 383.795 acres (1,5 quilômetro quadrado) de florestas de pinho ou abeto, uma área do tamanho das Ilhas Feroe", acrescenta o documento.

No prefácio do informe, Ban Ki-moon excreve: "O sistema das Nações Unidas esta fortemente comprometido em dar o exemplo e assegurar que nossas operações sejam continuamente supervisionadas e melhoradas. Na Rio+20 também procuraremos gerar ideias que deem novas forças aos esforços de sustentabilidade em todo o mundo". Envolverde/IPS (FIN/2012)

 
Terramérica - Meio Ambiente e Desenvolvimento
  Mais noticias
News in RSS
 Sri Lanka recorre e métodos ancestrais contra a mudança climática
 Salva-vidas afunda ainda mais a Grécia
 Ampliação de estrada atenta contra patrimônio cultural indiano
 A ignorada faceta produtiva da cannabis
 DESTAQUES: Código de barras até em colmeias
 REPORTAGEM: Estrada no Parque Nacional do Iguaçu pode acabar em impasse
 "Quando a corda da desigualdade se rompe, você tem uma crise política"
 Direitos femininos serão eixo de reunião do UNFPA em Montevidéu
 Preocupa que tensão entre Rússia e Estados Unidos afete negociação nuclear
 Trabalhadores espanhóis vítimas de disputa entre Madri e Gibraltar
MAIS>>
  Latest News
News in RSS
 New York’s Homeless Pushed Deeper into the Shadows
 Obama Mulling Broader Strikes Against ISIS?
 U.S., Brazil Nearing Approval of Genetically Engineered Trees
 OPINION: Violations of International Law Denigrate U.N.
 Public Offers Support for Obama’s Iraq Intervention
MORE >>
  Ultimas Noticias
News in RSS
 Crece movilización contra abuso de antibióticos en India
 Retiro digno en El Salvador pasa por reformar privatizado sistema
 ONG condenan inmunidad penal para mandatarios de África
 En Cataluña, hasta el Fútbol Club Barcelona está en crisis
 El futuro depende del pacto mundial entre las empresas y la sociedad
MÁS >>