África
  Mundo
  Economía
  Direitos Humanos
  Saúde
  Ambiente
  Globalização
  Arte e Cultura
  Energia
  Politica
  Desenvolvimento
  Colunistas
 
  RSS o que é isso?
   ENGLISH
   ESPAÑOL
   FRANÇAIS
   SVENSKA
   ITALIANO
   DEUTSCH
   SWAHILI
   MAGYAR
   NEDERLANDS
   ARABIC
   POLSKI
   ČESKY
   SUOMI
   PORTUGUÊS
   JAPANESE
   TÜRKÇE
PrintSend to a friend
 

Líder curdo declara cessar-fogo na Turquia
Correspondentes da IPS

Doha, Catar, 22/3/2013 (IPS/Al Jazeera), (IPS) - O líder rebelde curdo Abdalá Ocalan divulgou desde a prisão uma esperada declaração de cessar-fogo, que suporia um importante passo para o fim do conflito na Turquia, que já dura 30 anos e custou a vida de 40 mil pessoas.

A trégua anunciada ontem, coincidindo com o Ano Novo curdo, ou "Newroz", também pede o retorno dos combatentes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) às suas bases no norte do Iraque.

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que o cessar-fogo é um "fato positivo". Na declaração, lida pelos parlamentares Pervin Buldan, em curdo, e Sirri Sureyya Onder, em turco, o líder do PKK afirma: "Que silenciem as armas e que fale a política. Atingiu-se uma etapa em que nossas forças armadas devem se retirar para além das fronteiras. Este não é o fim. É o começo de uma nova era", diz o texto.

A declaração foi lida em meio a um mar de bandeiras curdas na cidade de Diyarbakir, habitada em sua maioria por pessoas desse grupo étnico, e onde centenas de milhares se reuniram para comemorar. Erdogan expressou sua decepção pelo fato de não haver bandeiras turcas nos festejos de Diyarbakir pelo Newroz. "Este é um enfoque provocador dos círculos que querem influenciar o processo de forma negativa", afirmou.

O anúncio de Ocalan seria em resposta à abertura mostrada pelo governo turco, que estaria disposto a ampliar o reconhecimento constitucional dos direitos dos 15 milhões de curdos. O processo de paz é resultado de uma série de consultas escritas entre Ocalan, legisladores pró-curdos e representantes do PKK na Europa e no norte do Iraque, supervisionadas por autoridades turcas.

Legisladores turcos disseram que Ocalan poderá pedir a criação de comissões para acompanhar de perto a aplicação do cessar-fogo e que sejam entregues salvo-condutos aos combatentes do PKK para que deixam a Turquia. Tanto Erdogan quanto Ocalan parecem ter arriscado seus futuros políticos nestes esforços de paz.

Zeina Khodr, correspondente da rede de televisão árabe Al Jazeera em Diyarbakir, informou que o primeiro-ministro turco não havia ocultado suas intenções de aspirar à Presidência. "Desejará emendar a Constituição e aumentar os poderes do presidente. Não pode fazer isso sem apoio do partido curdo", afirmou.

Erdogan disse que está apostando no processo de paz, mesmo se isso lhe custar a carreira política. O primeiro-ministro foi acusado de fazer muitas concessões ao PKK. Por sua vez, Ocalan, também conhecido como Apo, disse querer a paz para o bem de seu povo. "Se este processo fracassar, considerem Apo morto. Simplesmente estou fora", declarou o líder curdo, de 64 anos, durante uma incomum reunião na prisão com legisladores no mês passado.

Mesmo se for mantido o cessar-fogo, o processo de desarmamento e reintegração do PKK será longo e vulnerável a possíveis sabotagens. O destino de Ocalan também é incerto, mas qualquer tentativa de libertá-lo seria duramente criticada por muitos setores turcos que consideram qualquer concessão uma ameaça à unidade do país. Envolverde/IPS

* Publicado em acordo com a Al Jazeera. (FIN/2013)

 
Terramérica - Meio Ambiente e Desenvolvimento
  Mais noticias
News in RSS
 Sri Lanka recorre e métodos ancestrais contra a mudança climática
 Salva-vidas afunda ainda mais a Grécia
 Ampliação de estrada atenta contra patrimônio cultural indiano
 A ignorada faceta produtiva da cannabis
 DESTAQUES: Código de barras até em colmeias
 REPORTAGEM: Estrada no Parque Nacional do Iguaçu pode acabar em impasse
 "Quando a corda da desigualdade se rompe, você tem uma crise política"
 Direitos femininos serão eixo de reunião do UNFPA em Montevidéu
 Preocupa que tensão entre Rússia e Estados Unidos afete negociação nuclear
 Trabalhadores espanhóis vítimas de disputa entre Madri e Gibraltar
MAIS>>
  Latest News
News in RSS
 OPINION: The Islamic State’s Ideology Is Grounded in Saudi Education
 Canada Accused of Failing to Prevent Overseas Mining Abuses
 Panama Regulators Could Slow U.S. Approval of GM Salmon
 Resolving Key Nuclear Issue Turns on Iran-Russia Deal
 Good Twins or Evil Twins? U.S., China Could Tip the Climate Balance
MORE >>
  Ultimas Noticias
News in RSS
 Rousseff dos y el gran desafío: conjurar la “maldición” económica
 La pobreza infantil española desde los ojos de Encarni
 Miles de cristianos iraquíes, perseguidos por EI, huyen a Jordania
 San Vicente y las Granadinas se toma en serio el cambio climático
 Hidrocarburos sin controles ambientales, mala mezcla para África
MÁS >>